Top 5 da Semana

Postagem Relacionada

Como Plantar Lentilha

A lentilha é uma leguminosa que faz parte da dieta alimentar do brasileiro. Principalmente no ano novo, devido as superstições atribuídas a ela na passagem do ano novo para o ano velho.

Na ceia de natal como também na de ano novo, este grãozinho não pode faltar para trazer sorte e prosperidade! Neste artigo, certamente você vai matar a curiosidade em relação a lentilha.

Vamos te mostrar várias técnicas! Você vai saber como plantar lentilha no chão do quintal, em vaso de cimento, em jardim, copo de vidro, garrafa pet, plantar em árvores, terrário, casa, apartamento. E se duvidar, vamos te ensinar até como fazer arranjo com lentilhas!!

Pare tudo que estiver fazendo e vem conferir como preparar a terra para plantar lentilha e apaixone-se em saber como cultivar, como cuidar, como semear esta nutritiva e deliciosa sementinha!

Origem

Surpreendentemente a lentilha ou Lens culinaris, faz parte do período pré-histórico do nosso planeta. O nome tem origem do latim “lentícula” que significa o diminutivo de lente.

Acredita-se que o grão já era cultivada há 10.000 anos atrás na Ásia, tendo registros históricos da sua presença no norte da Síria. Também foi consumida no sul da Bulgária, Grécia até chegar em Creta em 6.000 anos a. C.

Já na época conhecida como era do bronze, a lentilha ficou conhecida na França, Alemanha, Suíça, Hungria como também na Checoslováquia. Anteriormente, no Egito antigo a leguminosa era consumida nas sopas e documentos históricos indicam que eram produzidas nos badalados jardins suspensos da Babilônio, no século 8 a.C.

Na Grécia antiga, a lentilha tinha fama de comida de pobre. Espalhou-se facilmente pelos povos da Índia, África do Norte e Oriente médio inclusive sendo inclusive o alimento principal da dieta. A lentilha foi introduzida nas Américas no século 16 e somente no final da 1ª guerra mundial que ficou conhecida nos Estados Unidos como também no Canadá.

Hoje em dia um dos maiores produtores e consequentemente importadores de lentilha é o Canadá e aqui no Brasil, a produção da leguminosa tem 90% de sua produção importada para o exterior, tendo sua produção no sul do país.

Características

A leguminosa e nutritiva lentilha é hipógea, ou seja, os cotilédones da sua semente de germinação permanecem no solo como também no interior do revestimento da mesma. Isso a deixa menos vulnerável a geadas, erosões causadas por ventos bem como ataque de insetos. A planta é de crescimento compacto alcançando geralmente de 30 a 50 cm de altura.

É diploide, tendo os ramos peludos e o caule fino com formato angular. Sua haste tem de 10 a 15 folhas distribuídas em até 8 pares. Suas folhas certamente são alternadas que mudam sua coloração de verde amarelado para verde azulado ou escuro.

Quando possui estípulas, são pequenas assim como suas flores, na quantidade máxima 4 por planta nas cores roxo, branca, azul e roxo pálido. Suas vagens são oblongas e um pouco inchadas com 1,5 cm de comprimento com 2 sementes que podem ser salpicadas ou manchadas.

Por conseguinte são diferenciadas dependendo do tamanho, pilosidade como também flores e folhas. Sua sementes são circulares, achatadas em formato discoide e suas cores variam entre verde, vermelha ou rosa.

Plantio da lentilha

Precisa de luz solar constantemente e o pH do solo deve estar entre 6,0 e 6,5, ser fértil com bastante matéria orgânica, tendo por exemplo fósforo e potássio e captura nitrogênio do ar. Precisa ser úmido, entretanto, nunca encharcado.

A temperatura ideal para a lentilha viver é entre 21º C e 24º C, apesar de suportar mínimas de 6,3º C e máximas de 27º C. Apesar de preferir umidade, a planta resiste a épocas secas contanto que seja regada constantemente. A época do plantio é entre abril e maio.

Cultivo da lentilha

Confira agora o passo a passo de como fazer mudas de lentilha com folhas, galhos estacas ou estaquias, semente, água.

E além disso, vamos falar sobre o que é e como germinar a semente para fazer brotar a sua mudinha. Ah! tem onde comprar sementes ou mudas de lentilha pela internet ou loja física!

Germinação das sementes na água

  • Primeiramente, lave os grãos de lentilha pelo menos uma 6 x, somente enxaguando e consequentemente escorrendo esta água
  • Logo depois, coloque as lentilhas dentro de um pode de vidro com boca larga, cubra com um tecido filó ou gaze furadinha e prenda com qualquer tipo de elástico ou até mesmo um pedaço de câmara de pneu
  • Feito isso, adicione água até encher o vidro quase até a boca
  • Deixe de molho por 8 horas em temperatura ambiente
  • Logo após esse período, escorra a água do vidro, tomando cuidados para escorrer muito bem e deixe com o pote de vidro inclinado, a boca para baixo, dentro de um pote
  • Lave todos os dias 3 x de manhã e 3 x a noite sempre deixando escorrendo para não empossar água dentro do pote de vidro
  • Em 4 ou 5 dia o broto ou brotos terão germinado

Germinação das sementes no algodão

  • Antes de tudo, pegue um pequeno pote, de plástico mesmo e coloque uma camada de algodão branco
  • Em seguida, acomode as sementes ou melhor, os grãozinhos de lentilha
  • Logo depois, borrife com água para umedecer bem o algodão como também a sementes
  • E agora, feche o pote com um filme plástico por cima
  • Deixe em um local seco e bem iluminado mas não exposto diretamente ao sol
  • Dentro de 7 dias, as sementes já estarão germinando

Germinação com papel toalha

  • Em primeiro lugar, separe um potinho de plástico e coloque um pedaço de papel toalha (pode usar até papel higiênico)
  • Em seguida, adicione as sementes de lentinha e borrife bem com água para umedecer
  • Pegue mais um pedaço de papel toalha, molhe bem na água, parta pequenos pedaços dele e jogue aleatoriamente em cima das sementes de tal maneira que cubra totalmente com esse papel “encharcado”
  • Borrife água 1 x de manhã e 1 x de tarde ou de noite
  • Os brotinhos vão sair no máximo em 5 dias

Plantando em vasos, garrafa pet ou terrário

Com esse método tem como plantar em apartamento lentilhas, desde que você deixe o vaso em local ensolarado na varanda, floreira ou perto da janela:

  • Antes de qualquer coisa, germine sua semente acompanhando os processos descritos anteriormente
  • Pegue um vaso pequeno com furos no fundo para boa drenagem
  • Em seguida, adicione terra simples mistura com esterco bem curtido
  • Logo depois, faça uma pequena cova e coloque os brotos
  • Cubra com o substrato e molhe somente a ponto de umedecer a terra
  • Dentro de 1 semana sua semente vai brotar
  • Conforme sua muda for crescendo, será preciso fazer um tutoramento, ou seja, colocar uma madeira para amarrar sua lentilha, fazendo um apoio para ela

Em horta ou jardim

  • Primeiro germine as sementes, tendo o cuidado de escolher somente as sadias, ou seja, que não estejam quebradas
  • Revolva o solo da horta ou jardim, limpe restos de culturas e ademais sujeiras e misture bem, um pouco de esterco bem curtido
  • Em seguida, faça uma cova com 2,5 cm de profundidade se o solo for úmido ou 6,5 cm se a terra for seca
  • Deixe um espaçamento de 15 cm entre plantas
  • Dentro de no máximo 1 semana, as sementes já terão brotado
  • Se necessário, faça um tutoramento para apoiar as plantas

Floração

A lentilha é uma leguminosa singular pois não tem como fazer florir, já que ela funciona no sistema de auto polinização, ou seja, não precisa de hospedeiros ou polinização mecânica para sua fecundação.

A floração da planta inicia a partir dos botões mais baixos que certamente de forma gradual, se movem para cima e são chamados acropetal floração. Demora 15 dias para a lentilha abrir apenas um ramo.

Logo após o 3º dia do desabrochar das flores, ela se fecha completamente e sua cor vai desaparecendo. Em 3 ou 4 dias, as vagens começam a se formar. A época do ano que floresce é entre maio e agosto.

Colheita

A época que dá frutos a lentilha ou seja, época certa para colheita da leguminosa é no verão, à partir de dezembro. Logo após brotar as sementes, a leguminosa estará pronta para colher de 70 a 120 dias.

Poda

Não tem como podar lentilha em uma época específica.  Para podar esta leguminosa, somente em casos ramos de estarem amarelas, secas ou machucadas, devido a alguma intempérie do clima como por exemplo chuvas fortes ou geadas.

É uma planta resistente que se espalha de maneira abundante e rápida. O corte pode ser feito para diminuir um pouco a quantidade de plantas, se assim preferir.

Replantio

Como replantar, transplantar, mudar de lugar sua lentilha do vaso ou copo de plástico ou outro recipiente não é difícil. Basta saber como preparar a terra ou solo definitivo com aragem e limpeza de restos culturais. E também adicionar adubo orgânico como por exemplo pó de ossos ou ovos ou água de legumes cozidos sem sal.

Benefícios da lentilha

O uso da lentilha na culinária por certo foi aperfeiçoado conforme as décadas foram passando e até hoje, é a leguminosa garantida em nossa mesa devido a seu alto valor nutritivo.

Além disso, o grão contém fibras, vitaminas do complexo B, magnésio, potássio, fósforo e cálcio. Veja logo abaixo o que a lentilha proporciona para nossa saúde:

Combate anemia

A lentilha possui um alto teor de ferro, o principal mineral que combate a anemia

Ajuda a emagrecer

A leguminosa é rica em ácido fólico, fibras como também em carboidratos. Isto promove a sensação de saciedade, tornando o processo de digestão bem como de absorção mais lento, beneficiando o emagrecimento e a saúde de todo sistema digestivo

Sistema imunológico forte

A lentilha tem grande quantidade de vitaminas e minerais dos quais dentre eles se destaca o zinco. Isso porque essa substância participa de maneira ativa nos processos químicos dentro das células, fortalecendo o sistema imunológico de tal maneira que previne doenças provenientes de infecções e gripes como também resfriados.

Combate a diabetes

Por possuir fibras solúveis, a lentilha previne e combate a diabetes. As fibras presentes na leguminosa, quando em contato com o estômago, se expandem, posteriormente se transforma em um gel que consequentemente vai deixar mais lenta a absorção de glicose pelo nosso organismo. Sendo assim, a taxa de glicemia no sangue fica equilibra, evitando tanto a hipo como a hiperglicemia.

Pressão e colesterol equilibrados

Os minerais magnésio e potássio, presentes na lentilha, conseguem relaxar as paredes que compõem os vasos sanguíneos, isso evita o aumento da pressão arterial, o que por consequência, evita problemas cardíacos.

Outro benefício excelente da lentilha, é a diminuição da absorção do colesterol LDL, considerado o colesterol ruim. Isso certamente previne a formação de placas de colesterol no sistema sanguíneo que irriga o coração. Também consegue reduzir o nível da substância chamada homocisteína que também pode causar danos as artérias.

Pragas na lentilha

Existem diversos tipos de pragas ou insetos que amam comer qualquer tipo de leguminosa. E a lentilha entra na lista de espécies devoradas por diversos parasitas que provocam muitas doenças na planta. Por isso é imprescindível você saber quais são e como acabar com as pragas:

Ferrugem

A ferrugem da lentilha com toda a certeza provoca susto ao primeiro contato visual com a planta infectada. Essa doença é provocada por um fungo que ataca toda a planta: galhos, folhas e as vagens. Os primeiros sintomas da presença da praga são manchas esbranquiçadas na parte de cima das folhas.

E conforme essas manchas vão aumentando mudam sua coloração para tom castanho ou laranja com aspecto purulento e às vezes, cercadas com auréolas mais claras.

Nesse estágio, a doença consequentemente afeta também o lado inferior das folhas. A temperatura a 20º C ou mais propicia a propagação dessa praga. Se acaso a infestação for muito severa, pode ocorrer desfolhamento, ramos deformados como também a morte da planta. As formas de eliminar esse parasita são:

  • Pulverização de óleo de neem, óleo de jatrofa ou óleo de mostarda
  • Tome medidas de prevenção fazendo o tratamento das sementes com acetato de fenilmercúrio, diclobutrazol
  • Aplicação de fungicida específico
  • Escolha variedades de lentilhas resistentes a praga
  • Faça rotação de culturas, evitando plantas hospedeiras
  • Limpe as ervas daninhas como também restos culturais contaminado do terreno. Aliás, após a limpeza, peque esses mesmos restos queime ou enterre bem longe da sua horta

Broca da axilas

As lagartas da broca das axilas ataca as folhas das partes baixas da lentilha, fazendo a reunião delas em fios de seda. Elas vão nas hastes da planta, abrem galeria e penetram tanto no caule como também no pecíolo da lentilha. A penetração do parasita na planta, pode ser através do caule ou axilas dos brotos presentes na base do pecíolo antes do seu desenvolvimento pleno.

Por se alimentar dos caules e parte interna dos folíolos da lentilha podem causar deformação nos locais afetados e consequentemente a morta da planta. Para acabar com essa praga, somente com aplicação de inseticida específico.

Contra indicação

Apesar de fazer muito bem para saúde e ser deliciosa, a lentilha tem alguns efeitos colaterais e algumas contra-indicações. Confira:

  • Quando a lentilha é consumida em excesso sem a absorção correta das fibras, a fermentação intestinal vai formar gases, causando desconforto
  • A substância chamada oxalato, presente na lentilha, pode gerar pedras nos rins. Por isso, pessoas que tem problemas renais, devem evitar o consumo da leguminosa pois em casos mais graves, causar insuficiência renal
  • A lentilha tem tem muita lisina, um aminoácido que possivelmente pode aumentar os níveis de colesterol. E além disso, pode provocar cólicas, diarreia, ocasionar cálculos biliares
  • A leguminosa tem muito potássio em sua composição o que pode causar a doença chamada hipercalemia, devido ao excesso de potássio no sangue. Os sintomas desse problema são formigamentos, problemas respiratórios, fadiga como também arritmia no coração.
  • Se acaso você tem alergia a amendoim, deve ficar longe das lentilhas pois fazem parte da mesma família

 

 

 

 

Raquel Martins
Raquel Martins
Raquel encontrou sua paixão nos campos e vive para cultivar um mundo mais verde e sustentável. Com um amor profundo pela natureza desde tenra idade, ela seguiu seu coração e mergulhou no universo da agricultura. Nascida em uma pequena comunidade rural, Raquel absorveu os ensinamentos sobre plantio, colheita e respeito pela terra desde cedo. Sua jornada na agricultura começou como um fascínio infantil que se transformou em uma carreira e uma missão de vida. Após anos de estudo e prática, Raquel se tornou uma defensora apaixonada da agricultura sustentável. Ela acredita firmemente na importância de técnicas que preservem os recursos naturais, promovam a biodiversidade e ofereçam alimentos saudáveis para todos. Raquel também é conhecida por compartilhar seu conhecimento, ministrando workshops e palestras sobre práticas agrícolas ecologicamente corretas. Sua dedicação incansável à agricultura responsável a tornou uma referência na comunidade, inspirando outros a seguirem um caminho semelhante.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos Populares