Top 5 da Semana

Postagem Relacionada

Como plantar tulipa

Aprenda a plantar tulipa passo a passo bem explicado

Nesse artigo, vamos conhecer a tulipa ou se já conhece;  vai descobrir  dicas para manter essa obra de arte da natureza saudável e linda de se ver.  Você vai aprender como plantar tulipa, as espécies que existem e curiosidades sobre ela.

Origem

Teve sua origem na Ásia central (ooo lugarzinho para se descobrir tudo viu?!) e trazida para a Holanda pelo botânico Conrad Von Gesner que a chamou de tulipe que quer dizer turbante devido a forma da flor invertida ser parecido com um.

Características da flor

A tulipa é da família das liláceas. Tem 100 espécies dela; tem folhas longas, ovais ou em forma de lança. Do centro das folhas surge uma haste reta, com uma flor com 06 pétalas.

Clima e solo para o plantio

Para o plantio da tulipa, ela não é exigente em questão do solo que irá crescer, mas, se na hora do plantio o terreno estiver seco ou duro, é melhor plantar em um dia de chuva. Remova as ervas daninha e pedras e use um ancinho para aerar o solo.

A tulipa tem o ciclo de hibernação que acontece antes da floração que dura de 12 a 16 semanas e nesse processo é importante deixar a flor em temperatura idêntica ao clima de outono.

Como plantar

 

Com sementes

Para a plantação de tulipa é mais comum serem utilizados  os bulbos da flor, mas aqui vamos te mostrar como plantar com sementes:

  • Você pode retirar a sementes de uma tulipa que já esteja morta e seca ou comprar em lojas de jardinagem
  • Coloque as sementes em um saco plástico com vermiculita molhada e deixe na geladeira por 03 meses; vai ajudar na geminação
  • Depois separe uma bandeja ou sementeira e acrescente terra saudável. Faça um buraco de 1/4 de polegada e coloque a semente. O espaçamento entre flores deve ser de também 1/2 de polegada.
  • Na sequência, cubra as sementes com terra mas não pressione.
  • Molhe deixando o solo somente úmido sempre. Se possível, use água morna
  • Só transplante quando as mudas de tulipa estirem fortes e vigorosas.
PARECE UM MAR DE TULIPAS

Em vasos ou horta

Saiba agora como plantar em vasos ou horta:

  • Pegue um vaso  com furos embaixo para uma boa drenagem de 15 à 40 cm de profundidade.
  • Vasos com 20 cm abrigam entre 02 e 09 bulbos e com 50 cm, 25 bulbos aproximadamente
  • Encha até a metade de perlita e vermiculita. Você pode comprar um solo poroso para acrescentar, é otimo para as tulipas.
  • Empurre os bulbos no substrato deixando um espaço de 2,5 cm entre eles
  • A ponta deve ficar virada para cima
  • Coloque  de 12,5 à 20 cm de terra nos bulbos. Depois cubra por completo com substrato usado anteriormente.
  • Se você colocar o vaso em campo aberto, é bom colocar uma tela ao redor, para evitar invasão de “intrusos”
  • Você pode plantar inúmeros bulbos em camadas no mesmo vasos, dá um efeito lindo, com tulipas com cores diferentes: é só cobrir a primeira camada com terra e colocar os bulbos; na próxima camada substrato e os bulbos e assim por diante
  • Regue abundantemente e sempre molhe 02 à 03 vezes na semana

Em horta

  • Faça uma cova de 20 cm de profundidade, quanto maior o bulbo mais fundo deve ser a cova. O espaçamento entre plantas deve ser de 10 à 14 cm.
  • Dica: coloque areia de gato, cascalho e galhos quebrados de árvore para afastar roedores
  • Como no plantio de vasos, plante os bulbos na cova com os lados pontudos para cima.
  • As tulipas podem voltar mais de uma vez. Para que isso aconteça, antes de fechar a cova, coloque alimento de plantas para que isso seja possível.
  • Regue até deixar somente úmido o solo. Só volte a molhar se o solo estiver muito seco
  • Use spray em lugar de mangueira para irrigação
  • As tulipas precisam de climas frios para ocorrer o enraizamento. O ideal é plantar no fim do outono; em clima ameno, mantenha os bulbos refrigerados de 08 à 12 semanas antes de plantar a 12 semanas antes do plantio.

Variedades de tulipa

Estes são os tipos de tulipas que existem: tulipas botânicas, tulipa darwin, tulipas papagaio, tulipa flor-de-lis  e também tem as exóticas:

Tulipa africana

É uma árvore com a madeira de coloração clara e com a casca do tronco firme. Ela pode chegar até 24 metros! Ela é bastante utilizada para ornamentação. Gosta de clima tropical, não suporta frio

 

Tulipa negra

ela não é negra, é somente um pouco mais escura. O termo tulipa negra se deve a uma lenda sobre uma moça que se chamava Ferhad que amava um rapaz chamado Shirin. Seu amor não era correspondido, por isso, ela fugiu para o deserto onde ficou chorando por muito tempo e suas lágrimas quando caíam na areia, fazia nascer tulipas negras que representavam sua tristeza.

quanto tempo demora para colher as tulipas?

De 06 a 08 semanas após a geminação e suas flores tem duração de 02 semanas.

BELEZA E SUAVIDADE

 

Pragas na tulipa

 

Pulgões verdes

Ficam na parte inferior das folhas, nos botões, nos bulbos e nos caules. Sugam a seiva da planta e deforma folhas e flores

Tripes dos gladíolos

Sugam a seiva da planta, deixando suas folhas marrons que depois murcham. Também atacam os bulbos deixando-os marrons e pegajosos.

Besouros

Corroem as flores, caules e folhas. Ficam mais agitados nos dias quentes e com sol, fazem buracos enormes na tulipa.

Lesmas

Deixam buracos na folhas e raízes novas próximas ao solo. Se alimentam à noite e deixam seu rastro viscoso e prateado por onde passam (ui ui ui)

Larva de Mosca

É parecida com uma lagarta. Come o núcleo do bulbo, que se torna uma massa escura e em forma de esponja. As plantas ficam retorcidas e amarelas e cessam seu crescimento.

Mosaico

É causado por um vírus, disseminado por insetos. As folhas ficam com manchas verde e amarelo.

Ferrugem de Botrytis

O que é  ferrugem de Botrytis? São pontos amarelos, laranja e marrom-avermelhado nas folhas, bulbos e flores. Quando esses pontos de unem, decompõem a área afetada.

Apodrecimento de bulbos

São fungos que apodrecem os bulbos.

 

Gostou do post? Tem sugestões? Deixe nos comentários.

 

 

 

Raquel Martins
Raquel Martins
Raquel encontrou sua paixão nos campos e vive para cultivar um mundo mais verde e sustentável. Com um amor profundo pela natureza desde tenra idade, ela seguiu seu coração e mergulhou no universo da agricultura. Nascida em uma pequena comunidade rural, Raquel absorveu os ensinamentos sobre plantio, colheita e respeito pela terra desde cedo. Sua jornada na agricultura começou como um fascínio infantil que se transformou em uma carreira e uma missão de vida. Após anos de estudo e prática, Raquel se tornou uma defensora apaixonada da agricultura sustentável. Ela acredita firmemente na importância de técnicas que preservem os recursos naturais, promovam a biodiversidade e ofereçam alimentos saudáveis para todos. Raquel também é conhecida por compartilhar seu conhecimento, ministrando workshops e palestras sobre práticas agrícolas ecologicamente corretas. Sua dedicação incansável à agricultura responsável a tornou uma referência na comunidade, inspirando outros a seguirem um caminho semelhante.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos Populares