Top 5 da Semana

Postagem Relacionada

Como Plantar Palma Forrageira

A palma forrageira lembra muito bem um cacto sem espinhos,  mas não é! Primeiramente, ela era usada como planta ornamental mas posteriormente foi descoberta suas inúmeras utilidades, como por exemplo, alimentação humana e animal

Neste artigo você vai conhecer mais sobre planta. E também descobrir como preparar a terra para plantar forrageira, como germinar, como regar, como podar e muito mais.

Também vai ficar por dentro de como cultivar, como cuidar, como semear. Mude o ambiente e o visual da sua casa! Vem aprender como fazer mudas de palma forrageira com folhas, galhos, estacas ou estaquias, semente, água! Você vai se surpreender com o resultado do seu cultivo.

Origem

A palma forrageira é originária da América central, mais precisamente do México. No século 19 veio para o Brasil. É cultivada principalmente na região nordeste do país para uso da produção de corante carmim. Existem diversos tipos de palma, entretanto, são mais produzidas esses dois tipos, espécies:

  • Opuntia ficus – Mill – de formato redondo e aspecto gigante. Ela é conhecida como palma forrageira, palma gigante como também palma redonda
  • Napalea cochenillifera Salm – Dyck – de aspecto menor ou doce. Conhecida como palma forrageira, palma doce e palma miúda

Ela é importantíssima para a agropecuária pois é um dos alimentos indispensáveis para o gado. No nordeste, a produção da palma forrageira é tanta que é a região que mais produz este tipo de planta no mundo.

Plantio da palma forrageira

Primeiramente, a temperatura ideal para a palma forrageira viver é de 16º C a 28º C, em clima semi-árido. É bem adaptável em clima seco, mas exige temperaturas amenas a noite e com umidade.

Ela resiste bravamente a temperaturas quentes, tropicais, subtropicais devido a sua capacidade de armazenar água. O solo deve ser argilo arenoso, fértil e bem drenável e seu pH deve estar entre 5,0 e 8,0.

Todo vegetal se adapta a um certo tipo de ambiente e isso serve também para a palma forrageira. Tem como plantar palma forrageira no chão do quintal, em vaso de cimento, em horta, em jardim, copo de vidro, garrafa pet, plantar em árvores, terrário, casa, apartamento. Despertou curiosidade? Vem conferir mais informações sobre esta planta.

Características

A princípio, a palma forrageira é da família Cactaceae. É uma planta arbustiva, uma espécie de cacto suculento, ramificado e sua altura é de 1,5 a 3 metros de altura.

Seu ramos são achatados e consequentemente clorofilados na cor verde-acinzentado mais compridos do que largos. A densidade espinhosa varia sendo que existem algumas sem espinhos, ou seja, são inermes.

Tem folhas certamente pequenas, decíduas e consequentemente precoces. Suas folhas tem a coloração laranja ou amarela. São vistosas e brilhantes. Esta planta tem capacidade xerófila, ou seja, fazem armazenamento de água, assim como os cactos e algumas suculentas.

Já seus frutos são de cor amarelo-avermelhado, semelhantemente suculentos em tufos pequeninos que possuem espinhos e podem chegar até 8 cm de comprimento.

Cultivo da palma forrageira

Em primeiro lugar, a palma forrageira não deve ser plantada em períodos chuvosos. Isso porque o corte feito para retirar a raquete, facilita a entrada de fungos o que é potencializado com a chuva. Dessa maneira, com o solo umedecido, os fungos com toda certeza vão atacar a planta.

Em segundo lugar, saiba que a semente da palma forrageira é a sua própria folha, ou seja, a raquete que seria o caule da planta e consequentemente sua folhas seria os espinhos, se houver. Prepare-se agora para saber os cuidados no cultivo da planta forrageira:

Mudas de palma forrageira em vasos

  • A palma forrageira é propagada de maneira diferente das ademais plantas
  • Primeiramente você deve ter uma “raquete” (que seria uma folha da palma) madura, pois as novas não servem para plantio, de uma planta adulta
  • Você deve deixar ela “descansando” na sombra, em um local seco e ventilado por 4 dias. Isso é para a raquete perder água, algo obrigatório para sucesso do cultivo. Deve ser feito tanto para uma raquete ou várias mudas individuais.
  • Você pode plantar a folha inteira enterrando-a diretamente da cova preparada para seu cultivo
  • Como também cortar a folha em sentido longitudinal pela metade, mas se quiser pode posteriormente cortar em mais pedaços para consequentemente ter mais mudas
  • Esse plantio dá certo porque a folha da forrageira seria uma espécie de caule modificado
  • Apesar de ter a opção de cortar a raquete em vários pedaços para conseguir mais mudas, o recomendado é plantar a raquete inteira. Dessa forma o processo de enraizamento é mais rápido
  • É preciso, de posse de uma faca esterilizada, cortar a parte onde é a junção de uma raquete com a outra
  • Deixe fazer a cicatrização por alguns dias
  • Logo depois, separe um vaso grande com furo no fundo para boa drenagem
  • Em seguida, adicione terra vegetal composta de terra simples e esterco bem curtido
  • dentro de 10 dias, você verá a raiz brotar

 Em apartamento, garrafa pet, copo de vidro

A palma forrageira por ser uma planta que ocupa muito espaço, não tem como plantar em garrafa pet ou copo de vidro, Isso porque ela toma grandes proporções em tamanho, sendo inviável o plantio em recipientes tão pequenos. Tem como plantar  em vasos mas posteriormente, vai exigir podas constantes devido ao seu crescimento.

Em horta e jardim

  • A princípio, é possível fazer o plantio da raquete diretamente no solo, visto que a palma forrageira não é tão exigente, contanto que seja argiloso e arenoso ou se preferir, fazer a muda em vasos e depois tem como replantar, transplantar, mudar de lugar a sua planta
  • O espaçamento deve ser de 1,20 metros por cada 4 linhas de plantas enfileiradas e os sucos onde serão plantadas as raquetes devem ser bem marcadas e profundas
  • Faça adubação orgânica que irá fortalecer sua plantação
  • Molhe somente quando a terra estiver muito seca

Arranjo

A palma forrageira antes de tudo é uma planta ornamental. Sendo assim,  tem como fazer arranjo com a planta propriamente dita com adereços como pedriscos, mini suculentas e ademais plantas no vaso em que ela estiver plantada. belíssimo

Floração

A época do ano que floresce palma forrageira floresce é entre os meses de maio a julho e certamente, uma vez ao ano. A colheita, ou melhor, época do ano que dá frutos é de 30 a 60 dias após sair o broto.

Irrigação

O método ideal para irrigação da palma forrageira seria o gotejamento que tem um período pré-estabelecido para a planta. Este sistema é mais proveitoso apesar de em caso de plantio caseiro, ser obrigatório o procedimento por aspersão. Sempre irrigue quando o solo estiver muito seco.

O que é plantio de palma adensada?

Este é um método de cultivo onde é usado um espaçamento entre fileiras de raquetes, ou seja, folhas da palma, bem menores que as medidas usadas no plantio usual.

Isso gera com toda certeza maior produção de “forragem” por área plantada. As dicas para um plantio adensado próspero são:

Terreno

A palma forrageira tem que ser plantada em solos leves, ou seja, areno-argiloso, sem ser encharcados e se possível em solo que não haja pedras em excesso. Isso porque evita despesas com higienização e limpeza do terreno para plantio

Área preparada

É preciso fazer aragem bem como gradagem no solo. Deve ser feito abertura de sulcos para o plantio das raquete, fazendo posteriormente, uso de 1 metro linear de espaçamento entre esses sulcos com 20 cm de profundidade,

Cultivo

O plantio da palma forrageira deve ser feito enterrando as raquetes nos sulcos anteriormente cavados até a metade da raquete. Isso é para que fiquem firmes no terreno. E certamente o espaçamento deve ser de 1 metro entre fileiras e consequentemente 25 cm entre raquetes.

Adubação

Este procedimento é indispensável para uma boa produtividade da horta sendo indispensável na cultura da palma adensada. Faça a adubação química indicada para a planta e também a adubação orgânica que deve ser feito com esterco de gado bem curtido.

A distribuição deve ser de 2 a 3 quilos de esterco por metro corrido quando o plantio for em sulcos. Já para o plantio de palma forrageira em covas, a aplicação deve ser de 500 a 750 gramas de esterco em cada cova.

Benefícios da palma forrageira

A fruta da palma forrageira, também conhecido como figo da índia é usado para fazer sucos, geleias, como também compotas e licores destilados ou consumido in natura.

Esta fruta pode ser encontrada nas cores vermelha, laranja, púrpura e amarelo esverdeado. A fruta da palma forrageira tem inúmeros nutrientes, importantes para nossa saúde, são eles:

  • Fibras
  • Vitaminas A, B1, B2, vitamina C
  • Minerais como por exemplo potássio, zinco, cromo, fósforo, magnésio e cálcio
  • Carboidratos

Combate a prisão de ventre

O fruto da palma forrageira evita e combate a prisão de ventre, contribuindo para uma excelente digestão. Isso porque suas fibras auxiliam um melhor desempenho do estômago como também proporciona a melhora do trânsito intestinal.

Porém, é necessário incluir o fruto de maneira progressiva em sua dieta. Pois se isso for feito de maneira rápida e em grande quantidade, pode provocar cólicas, inchaços e principalmente gases.

Fonte de vitamina C

A fruta da palma é riquíssima em vitamina C que contém antioxidantes que combatem os radicais livres que além de causarem doenças como câncer também previne o envelhecimento precoce.  Outro benefícios é fortalecer o sistema imunológico, prevenindo contra doenças virais como também fortalece ossos e dentes.

A vitamina C presente na fruta da palma forrageira trabalha na formação dos tendões, vasos sanguíneos, ligamentos bem como na manutenção da saúde da pele.

Tem vitamina A

Esta frutinha tem alto teor de vitamina A que por sua vez  traz saúde para os olhos proporcionando uma boa visão, principalmente em ambiente com luz baixa. Isso porque tem ação antioxidantes que fortalecem as funções celulares do sistema imunológico do nosso organismo.

Potássio

O potássio presente na fruta da palma auxilia no bom funcionamento do sistema cardíaco, contribuindo para vital contração muscular e estimula a movimentação de nutrientes dentro das células.

Magnésio

Este fruto tem o magnésio um mineral responsável pelo bom funcionamento das funções neurais do nosso corpo bem como a função muscular. Além disso, semelhantemente ao potássio, contribui para a saúde do coração como também equilibra os níveis de glicose do corpo.

Boa para o rebanho

A palma forrageira é a ponte de salvação para os fazendeiros, pecuaristas bem como produtores rurais independentes do nordeste. Nesta região, a falta de chuva castiga as lavouras e também os animais.

A palma forrageira serve como um alimento ideal para os animais visto que é composta quase que 100% de água, além de hidratar, a planta alimenta e principalmente tem um satisfatório custo benefício.

Quero comprar

Tem onde comprar sementes ou mudas de palma forrageira pela internet ou lojas físicas. Dependendo da região onde mora, o ideal seria encomendar pela internet que dispõe de profissionais sérios e que também tem lojas físicas.

Pragas na palma forrageira

Com suas folhas ou melhor, raquetes tão suculentas, a palma forrageira não conseguiu ficar longe dos parasitas. Conheça agora quais os tipos de pragas e aprenda também, como acabar com as pragas que atacam esta planta:

Cochonilha carmim

Este parasita é disseminado por meio das raquetes que consequentemente são infestadas. Isso porque as raquetes muitas das vezes são carregadas em lombo de animais como por exemplo burros, em caminhonetes, carrinhos de mão, tratores e também carroças.

Os insetos ficam nos pelos desses animais por isso, o controle dessa praga deve começar na forma de manuseio das raquetes. As joaninhas são os predadores naturais das cochonilhas mais no ambiente do sertão, às vezes inóspito não tem tantas joaninhas para controlar uma grande infestação.

Por isso, neste caso, é usado para eliminação da praga, seria o controle com pesticidas, mas devido as condições de certos produtores foi propagado a prevenção da praga usando produtos para eliminação de forma mais simples como por exemplo, sabão em pó e água sanitária. Outra alternativa é a poda e limpeza de culturas contaminadas. É dessa cochonilhas que extraída a tintura carmim.

Cochonilha de escama ou mofo

Para o controle dessa praga é indicado fazer pulverização 3 x com espaçamento de 15 dias entre elas

  • 2% de óleo mineral ou óleo de algodão
  • 1% de detergente neutro

Vespa

A vespa faz um buraco ou orifício na palma e lá deposita seus ovos. As larvas quando eclodem, constroem galerias dentro da palma e com isso dão espaço para a entrada de fungos que alastram a planta, deixando manchas amareladas e marrons causando consequentemente amolecimento nas raquetes, tornando seu uso comercial inviável.

A eliminação dessa praga é feita através da retirada de plantas infectadas bem como limpeza de restos culturais ao redor da horta. Fazer monitoramento constante em sua plantação.

Se acaso houver árvores próximas onde as vespas certamente ficam, pode ser feitas armadilhas colocando o nematoide, inimigo natural da vespa usada como controle biológico. O uso de pesticida específico também é recomendado.

Besouros

Os besouros também atacam a palma forrageira devorando suas raquetes bem como em infestações mais sérias, suas raízes. para acabar com essas pragas somente com pulverização de pesticida apropriado.

Lagartas

As larvas são pragas destruidoras que raspam as raquetes para alimentarem-se quando ainda são pequenas. Mas a medida que vão crescendo, vão devorando a palma.  Para eliminação do parasita é preciso retirar as plantas infectadas e posteriormente fazer a aplicação de inseticida específico.

Podridão mole

Esta doença é causada por uma bactéria que se desenvolve em temperatura e umidade adequadas para proliferação da praga. Esta bactéria penetra nos tecidos da raquete da palma através de ferimento e deixa seu interior mole pela ação de enzimas excretadas pelo parasita que as vezes tem um odor fétido, consequentemente acaba por apodrecer a raquete e também causando murcha da mesma.

Confira as medidas para controle da praga:

  • Evitar ferimentos nas raquetes durante o plantio ou ademais tratos na cultura
  • Equilibrar a adubação com boro e hidrogenada
  • Fazer rotação de culturas gramíneas nas áreas que foram afetadas
  • Controlar proliferação de insetos no horta
  • Plantar cultivares resistente à praga bem próximo a plantação de palma forrageira

Gomose

Esta doença é causada por um fungo que causam amarelecimento nas raquetes bem como podridão no colo e nas raízes, causando posteriormente tombamento da planta. Para acabar com essa doença é preciso:

  • Ter uma atitude preventiva e antes de plantar escolher em o local, cuidar no preparo do terreno, fazer uma adubação orgânica, livre de patógenos, fazer irrigação equilibrada, sem encharcamento do solo. Fazer tratamento preventivo no solo com fungicida específico.

Antracnose

Semelhantemente, essa doença é causada por fungos. Os sintomas são manchas circulares amarelas e pardo escuras e bem numerosas. Em raquetes novas, as manchas necróticas consequentemente se alargam e aprofundam-se mais no centro da raquete e se transforma em cancro, muita da vezes em coloração acinzentada no centro e escuro nas bordas.

Para controle e eliminação da doença:

  • Limpeza de restos cultivares afetadas pela antracnose e posteriormente queimar os mesmos
  • Em manifestações mais severas, aplicar calda sulfo-cálcica

Manchas de alternaria

Esta praga também é causada por um fungo que deixa as folhas com necrose, geralmente deixando as raquetes perfuradas, deixando esporos do fungo. A eliminação dessa praga consiste em aplicar fungicida específico.

Raquel Martins
Raquel Martins
Raquel encontrou sua paixão nos campos e vive para cultivar um mundo mais verde e sustentável. Com um amor profundo pela natureza desde tenra idade, ela seguiu seu coração e mergulhou no universo da agricultura. Nascida em uma pequena comunidade rural, Raquel absorveu os ensinamentos sobre plantio, colheita e respeito pela terra desde cedo. Sua jornada na agricultura começou como um fascínio infantil que se transformou em uma carreira e uma missão de vida. Após anos de estudo e prática, Raquel se tornou uma defensora apaixonada da agricultura sustentável. Ela acredita firmemente na importância de técnicas que preservem os recursos naturais, promovam a biodiversidade e ofereçam alimentos saudáveis para todos. Raquel também é conhecida por compartilhar seu conhecimento, ministrando workshops e palestras sobre práticas agrícolas ecologicamente corretas. Sua dedicação incansável à agricultura responsável a tornou uma referência na comunidade, inspirando outros a seguirem um caminho semelhante.

1 COMMENT

  1. A palma forrageira é uma planta muito versátil e interessante, que pode servir tanto como planta ornamental como para alimentação humana e animal. Considero que todos deveriam conhecer mais sobre ela, pois oferece inúmeras possibilidades para quem decide cultivá-la.

    Achei muito interessante a explicação sobre como preparar a terra para plantar forrageira, como germinar, regar, podar e semear. Além disso, descobri que é possível fazer mudas de palma forrageira com folhas, galhos, estacas ou estaquias, semente e água. Isso me deixou muito animado para experimentar o cultivo desta planta.

    Enfim, acredito que a palma forrageira é uma ótima opção para quem deseja mudar o visual do jardim, além de oferecer muitas outras possibilidades de uso. Recomendo a todos que se interessam por plantas que deem uma chance à esta maravilhosa forrageira.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos Populares