Top 5 da Semana

Postagem Relacionada

Como plantar melão passo a passo

O melão é um velho conhecido entre as frutas mais refrescantes do nosso país. Sua polpa é pura água que traz saúde e além disso, tem um sabor com gostinho de quero mais! Conheça nesse artigo como plantar melão passo a passo e ademais curiosidades sobre o fruto.

Origem

O melão é uma planta rasteira de origem asiática. Pertence a família das cucurbitáceas e se adaptou bem ao clima brasileiro. O nome melão é porque anteriormente, a fruta era cultivada na cidade de Melão, aldeia italiana onde foi cultivado pela  primeira vez em 1.700 D.C.

Características

Primeiramente, a fruta pode ter a forma oval, redonda ou alongada com 20 ou 25 cm de diâmetro. Tem a casca lisa, com nervuras e enrugada. Sua cor vai do verde ao amarelado.

A poupa da fruta, certamente vai variar dependendo da qualidade do melão que pode ser esverdeada, esbranquiçada e amarelada. É um fruto perfumado sendo que possui alguns de sabor insípido ou amargos. Suas folhas são grandes e bem salientes e suas flores brancas, às vezes amareladas e alaranjadas de aspecto frágil. As variedades existentes são:

  • Cantaloupos ou cantaloupes
  • Melão pele de sapo
  • Melão pepino armênio

Plantio do melão

A princípio, a temperatura ideal para cultivo da fruta deve ser de 18º a 35º graus, ou seja, gosta de climas secos, e de temperados à quente. Certamente precisa de exposição direta ao sol.

O terreno do plantio do melão deve ser bem drenado, leve, fértil entretanto, rico em matéria orgânica. O pH deve estar entre 6,4 e 7,2. A irrigação deve ser equilibrada, deixando o solo úmido não a ponto de encharcar.

Como plantar melão em vasos ou horta

O cultivo do melão em vasos ou sementeira, deve ser feito somente se preferir começar à partir de mudas. Isso porque o fruto se expande muito e sua característica é de uma herbácea rasteira:

  • Pegue um vaso médio ou uma sementeira, coloque terra simples mistura com material orgânico
  • Enterre as sementes em 1 cm de profundidade
  • Em seguida, cobra com a terra e umedeça com água
  • Entre acontece de 3 à 10 dias
  • E de 30, a 45 dias as mudas já podem ser transplantadas para o solo definitivo
  • Polinização do melão

Na horta

  • Abra covas de aproximadamente 30 cm
  • Em seguida, Semeie até 3 plantas por cova e as enterre a 5 cm de profundida
  • Cubra com terra e umedeça o solo cuidando para não encharcar
  • O espaçamento deve ser de 1,5 metro entre linhas e 2 metros entre plantas.
  • Cubra com a terra e logo após, somente umedeça a terra, pois a fruta não tolera água demais

Cultivado em cercas ou caramanchões

O melão certamente pode ser plantado em certa ou caramanchões. Mas devem ter seu frutos amparados em redinhas por exemplo. Isso porque o peso do fruto pode romper os talos, fazendo-o cair no chão.

Poda do meloeiro

Não é obrigatória a poda do meloeiro, mas se for feita, é recomendado cortar a ponta da haste principal quando estiver com 5 ou 6 folhas. Este tipo de pode estimula a ramificação lateral da planta.

Polinização do meloeiro

É necessário a presença de insetos polinizadores para cultivar o melão, principalmente as abelhas. Isso é importante para a formação dos frutos e das flores. No caso de não haver abelhas, é possível polinizar com a ajuda de um pincel de cerdas macias.

Como adubar o melão?

Por ser uma fruta, é mais aconselhável adubar com matéria orgânica como por exemplo, borra de café. Primeiramente, espere que o pó, após o café ser feito esfrie e em seguida, adicione 1 litro de água e misture. Depois regue o meloeiro com o adubo líquido caseiro.

Cuidados extras

  • Faça uma cama de palha, de madeira ou de outro material embaixo de cada fruto. Isso a fim de que não fiquem em contato direto com o solo. Certamente isso vai evitar o contato direto com pragas e doenças.
  • Se possível, cubra os melões com jornal ou palha quando tiverem 10 cm aproximadamente. Isso é para evitar que eles sofram queimaduras por suas folhas na os cobrirem da exposição direta ao sol.

Quanto tempo demora para colher o melão?

A colheita do melão pode ser feita de 80 a 140 dias após o plantio. Se o fruto não for colhido para ser consumido em no máximo 2 dias, colha deixando 2 cm de talo na fruta para por conseguinte, ficar conservada por mais tempo.

Benefícios do melão

Afinal de contas, melão é bom para que? A fruta tem vitaminas, minerais e proteínas que suprem as necessidades do nosso organismo e além disso:

  • Faz mal a diabetes pois equilibra os níveis de açúcar no sangue prevenindo a doença ou melhorando a saúde de quem já tem diabetes
  • Melão tem vitamina C que age como um agente imunológico protegendo de muitas doenças

O melão prende ou solta o intestino?

O melão é rico em fibras, ou seja, ele solta o intestino de tal forma que melhora o trânsito intestinal, evitando doenças.

 Melão para cisto no ovário

Tem boatos de que o melão para cisto no ovário é muito bom. Não há registros na medicina de que a fruta resolva isso mas conforme seus muitos benefícios anti-inflamatórios. Talvez de alguma forma, o melão  possa contribuir para melhora do quadro.

Sementes de melão

Por essa você não esperava, não é?! A semente de melão faz muito bem para a nossa saúde! Confira alguns do benefícios do fruto melão:

  • Previne a osteoporose
  • Traz saúde para pele, unhas e cabelo
  • Tem efeito calmante
  • É uma ótima fonte de cálcio

Pragas que prejudicam o melão

Inegavelmente, quase todas as culturas sofrem com o ataque de pragas e quando são plantação de alguma fruta, é pior ainda. Confira aqui as pragas que atacam o meloeiro e como eliminar:

Podridão gomosa

Sua presença é notada atacando o meloeiro quando você primeiramente, nota manchas de cor parda no colo da planta. Então, isso pode evoluir para o apodrecimento da casca do fruto, formando cancros com uma superfície gomosa.

Por consequência, tem murcha e amarelamento das folhas.  A prevenção é a peça chave nesse caso. Deixar a planta rasteira o mais afastado possível do solo e monitorar frequentemente o desenvolvimento do meloeiro.

Pulgão

Esses bichinhos atacam o pé de melão durante a fase do brotamento. Eles sugam a seiva da planta. Consequentemente, as folhas murchas e ficam amareladas, reduzindo assim o crescimento do meloeiro.  Para eliminar é preciso fazer pulverização com o inseticida indicado.

Broca das curcubitáceas

Essa praga ataca as hastes, folhas e fruto novinhos pois os adultos infestam essas estruturas para depositar os ovos. Em seguida, as larvas  entram no fruto para consumi-lo até o final do seu desenvolvimento. Sua eliminação é feita com pulverização de inseticida específica, cuidando para não aplicar quando as folhas estiverem fechadas.

Larva mineradora

Abre galerias no limbo da folha, matando a folha. Esta praga tem inimigos naturais, ou seja, outros insetos mas no caso de infestação, o uso de agrotóxicos pode ser necessário.

Murcha de nematóide

Esta praga marca sua presença logo depois que deixa touceiras das plantas com seu tamanho reduzido.  E consequentemente, as folhas do meloeiro ficam secas ou amareladas. A prevenção deve ser a medida adotada para evitar esta praga. Primeiramente é necessário fazer uma adubação com restos verdes nas entrelinhas da plantação e limpar as ervas daninhas existentes.

Quando não consumir melão

Os diabéticos devem comer o mínimo possível dessa fruta. Apesar de fazer bem, para esse grupo de pessoas o consumo deve ser bem controlado. E também não deve ser consumido por pessoas que tenham úlcera estomacal.

 

 

 

 

 

 

 

 

Raquel Martins
Raquel Martins
Raquel encontrou sua paixão nos campos e vive para cultivar um mundo mais verde e sustentável. Com um amor profundo pela natureza desde tenra idade, ela seguiu seu coração e mergulhou no universo da agricultura. Nascida em uma pequena comunidade rural, Raquel absorveu os ensinamentos sobre plantio, colheita e respeito pela terra desde cedo. Sua jornada na agricultura começou como um fascínio infantil que se transformou em uma carreira e uma missão de vida. Após anos de estudo e prática, Raquel se tornou uma defensora apaixonada da agricultura sustentável. Ela acredita firmemente na importância de técnicas que preservem os recursos naturais, promovam a biodiversidade e ofereçam alimentos saudáveis para todos. Raquel também é conhecida por compartilhar seu conhecimento, ministrando workshops e palestras sobre práticas agrícolas ecologicamente corretas. Sua dedicação incansável à agricultura responsável a tornou uma referência na comunidade, inspirando outros a seguirem um caminho semelhante.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos Populares