Como Plantar Rosas de Enxerto

Aprenda a Como Plantar Rosas de Enxerto em um passo a passo simples e descomplicado

Com toda a certeza, a rosa √© uma das flores mais conhecidas, adoradas e belas de todo o mundo. Com in√ļmeros tipos, esp√©cies, elas continuam sendo um presente que ado√ßa o cora√ß√£o dos apaixonados e servem para fazer uma linda homenagem para as pessoas que amamos.

Neste artigo vamos te ensinar como plantar rosas de enxerto no ch√£o do quintal, em vaso de cimento, em horta, em jardim, em copo de vidro, garrafa pet, plantar em √°rvores, terr√°rio, casa, apartamento.

Origem

A rosa é uma flor da família rosaceae, sendo nativa da Europa. Entretanto, foi cultivada em grande escala primeiramente pelos chineses, pois conheciam os poderes medicinais das rosas. Eram usadas devido a suas propriedades digestivas, diuréticas como também para tratar problemas de pele.

Entretanto, foram encontrados f√≥sseis de rosas datadas h√° 25 milh√Ķes de anos atr√°s no Jap√£o, China, Alemanha, Bulg√°ria, √Āustria, Fran√ßa com como tamb√©m na Am√©rica do Norte nos estados do Colorado, Alasca e Calif√≥rnia. Em mil anos antes de Cristo, a rosa foi introduzida na Gr√©cia. Tanto que conta-se a hist√≥ria de que fez parte do escudo do rei da Gr√©cia, o rei Aquiles.

Da rosa, era extra√≠do um √≥leo, somente usado pelos nobres. E se caso fosse encontrado algum “plebeu” tendo uma por√ß√£o desse valioso √≥leo, era certamente condenado √† morte certa.

Os romanos criam que colocar rosas em t√ļmulos, acalmava os esp√≠ritos dos mortos, tanto que os poderosos descreviam em seus testamentos a necessidade de manterem jardins cheios de rosas ao redor de suas futuras sepulturas.

E durante o per√≠odo da idade m√©dia, as rosas eram cultivadas em mosteiros onde era preciso que um monge especialista em bot√Ęnica tivesse conhecimento das propriedades medicinais das rosas.

Plantio da rosa de enxerto

As rosas silvestres, que dão frutos comestíveis, são encontradas consequentemente em ambientes de baixa temperatura, ou seja, climas frios. Na América do Norte, Europa bem como no Oriente médio, são encontradas 126 espécies dessa flor porém, aqui no Brasil, são poucas e além disso são propagadas somente através de enxerto já que não florescem.

Acostumada a climas frios, atualmente, a rosa possui uma série de variedades, que crescem e florescem nas mais diversas localidades, inclusive no Brasil.

No entanto, as chamadas rosas silvestres, que se diferenciam por darem origem a frutos comestíveis, são encontradas somente em locais de baixa temperatura. Sendo assim, ela começaram a serem cultivadas em nosso país mais especificamente no estado de São Paulo, trazidas então pelos jesuítas.

Aqui a muda plantada em um vaso ou até mesmo diretamente no jardim, recebe o nome de porta-enxerto ou cavalo e devem ser podados a flor, folhas, galhos e espinhos. A outra rosa a ser enxertada também deve ser somente um galho limpo.

Outra dica é importante é que os cortes do enxerto, sejam no mesmo tamanho para o porto enxerto e galho se fixarem perfeitamente. Geralmente no prazo de 30 dias, você já poderá retirar a fita que envolve o enxerto para fixar a enxertia.

Cultivo de rosas de enxerto

Aqui você vai saber como podar sua rosa de enxerto. Confira agora diversos métodos de enxertia à sua escolha. Com tesoura de jardinagem esterilizada, fitilhos de plástico, durex ou fita crepe como também luvas, vamos ao trabalho. Também vai ficar expert em como fazer mudas de rosas de enxerto com folhas, galhos, estacas ou estaquias, semente, água.

Se acaso você não tem um vizinho para te arrumar um galho para começar a plantar rosas de enxerto, saiba que tem onde comprar sementes ou mudas de rosas de enxerto na internet ou loja física.

Primeira enxertia

Antes de qualquer coisa, uma informação preciosa é que a enxertia das rosas deve ser feita no verão. Isso porque é o momento em que o fluxo na seiva da planta, com toda certeza estará mais intenso, facilitando o sucesso do plantio das rosas de enxerto.

  • Comece a enxertia, recortando¬† a ponta do galho do porta-enxerto
  • Pegue o galho ou estaquia da rosa que voc√™ quer enxertar e fa√ßa um corte de forma que encaixe no porta-enxerto
  • Em seguida, encaixe a estaquia no cavalo, prendendo com um esparadrapo, fita crepe ou at√© mesmo durex. Isso porque ela precisa de prote√ß√£o para umidade e tamb√©m para n√£o cair com o vento
  • Agora basta somente esperar alguns dias para o enxerto se fixar naturalmente e come√ßar a germinar novos brotos

Segunda enxertia inglês simples

  • Antes de tudo, limpe seu porta-enxerto ou cavalo, retirando espinhos, brotos e folhas
  • Em seguida, utilizando um estilete ou faca esterilizada, descasque o galho a fim de retirar a primeira gema: primeiro corte reto, segundo corte em diagonal. Depois retire o “quadradinho de casca” feito com o corte, deixando o caule exposto nessa √°rea
  • Logo depois, pegue o galho que ser√° enxertado e tamb√©m descasque mas agora na parte inferior do mesmo em um ponto liso, sem gema
  • Agora encaixe o galho no cavalo e fixe com um fitilho que pode ser em pl√°stico e depois amarrado

Terceira enxertia inglês

  • Limpe seu porta enxerto retirando espinhos, galhos e folhas e fa√ßa um corte em diagonal na ponta
  • Em seguida, fa√ßa o mesmo no galho que ser√° enxertado
  • Agora fa√ßa um pequeno corte no meio do galho e tamb√©m na ponta do porta enxerto, de tal forma que fa√ßa uma pequena abertura, come√ßando da metade do corte j√° existente
  • Logo depois, basta fazer o encaixe das duas partes e fixar com fitilho ou fita adesiva

Quarta enxertia T invertido (enxertia de gema)

  • Pegue o porta enxerto e risque no caule um T invertido no meio e com a ponta da faca ou estilete, levante os dois lados do T, sem retirar totalmente a casca
  • Agora, escolha uma gema do galho que ser√° enxertado
  • Recorte essa gema e encaixe no orif√≠cio em T que foi feito no porta enxerto
  • Em seguida, amarre um peda√ßo de sacola, el√°stico ou fita adesiva para fixar. Neste caso fica ao seu crit√©rio cobrir ou n√£o mas √© prefer√≠vel devido a uma poss√≠vel chuva ou vento que possam “derrubar” o enxerto desprotegido

Quinta enxertia, em formato Z

  • Nesta dica, fa√ßa um corte de 45¬ļ graus, em sentido diagonal, bem na pontinha do porta-enxerto
  • Em seguida fa√ßa um corte na casca, pegando um pouquinho da madeira deixando um pequeno peda√ßo do galho dividido
  • No galho a a ser enxertado tamb√©m corte 45¬ļ graus diagonal deixando tamb√©m dividido
  • Agora fa√ßa o encaixa das duas pontas. A parte enxertada forma um Z. Enfim, amarre com um fitilho, el√°stico ou fita crepe.

Sexta enxertia janela aberta

  • Antes de qualquer coisa, este tipo de enxerto n√£o precisa que o porta-enxerto tenha a decepagem da flor
  • Com um utens√≠lio cortante e esterilizado, escolha um aparte lisa e fa√ßa um corte retangular na pele do caule e retire em seguida
  • Logo depois, pegue o galho do enxerto e retire somente uma gema, recortando como em forma de ret√Ęngulo, tendo os cuidados necess√°rios para n√£o danificar a gema
  • Agora encaixe a gema no corte do porta enxerto e se certifique que n√£o foi fixada de cabe√ßa para baixo, isso √© muito importante para a enxertia dar certo
  • Coloque o fitilho para fixar e proteger a enxertia

 Sétima enxertia janela fechada

  • Aqui tamb√©m n√£o vai ser preciso podar sua rosa
  • Fa√ßa um corte em ret√Ęngulo na pele do porta enxerto com cerca de 25 cm de dist√Ęncia da ponta do galho e em seguida, um corte no meio do ret√Ęngulo
  • Abra as pontas dos dois lados do ret√Ęngulo
  • Em seguida, corte uma gema do galho da rosa a ser enxertada em formato retangular
  • Basta somente introduzir a gema na abertura feita no porta enxerto e prender com um fitilho
  • O enxerto deve “caber” perfeitamente na porta aberta que voc√™ recortou

Enxerto com rosas de cores diferentes

√Č poss√≠vel sim fazer um enxerto com rosas de colora√ß√£o diferente: fazer broto de uma rosa vermelha em uma roseira amarela! Confira logo abaixo:

  • Fa√ßa a decepa de um galho do porta enxerto que pode certamente pode ser uma roseira plantada em seu jardim, horta ou quintal
  • Em seguida, fa√ßa um pequeno corte bem no meio do caule do porta-enxerto a fim de encaixar depois a estaca
  • Logo depois, descasque uma pequena parte de um dos lados do galho escolhido para o enxerto (esta estaca precisa ter gemas j√° brotando)
  • Do outro lado tamb√©m descasque, por√©m em menor extens√£o de tal forma que fique uma ponta
  • Encaixa o galho no porta enxerto e amarre com um fitilho para ficar bem firme e protegido

As rosas de enxerto tem como plantar em apartamento, garrafa pet e outros tipos de recipientes. O importante é que tenham a exposição adequada ao sol, poda e irrigação que a flor precisa para viver alegre e feliz, assim como você!

Colheita

A época do ano que dá frutos as rosas de enxerto ou melhor, época que floresce as rosas de enxerto, certamente é no mês de fevereiro. Inclusive neste período você pode fazer a colheita, como também replantar, transplantar e mudar de lugar sua rosa

Irrigação

Para fazer um cultivo de sucesso das rosas de enxerto, é preciso saber como regar tanto o porta enxerto como também o galho que sera enxertado, de maneira correta.

A princ√≠pio, as rosas precisam de muita √°gua, por isso, comece a irrigar as rosas que ser√£o usadas no procedimento, 2 semanas antes da enxertia. E com mais abund√Ęncia cerca de 2 dias antes da realiza√ß√£o do enxerto.

Dicas para um bom plantio de rosas de enxerto

  • As melhores variedades de rosa para fazer porta enxerto √© a dr. Huey e a fortuniana
  • √Äs vezes, o enxerto perfeito vem de um ramo novo que precisa ter suas folhas bem desenvolvidas, com florescimento recente e tamb√©m ser mais herb√°ceo que lenhoso. Um dos melhores exemplares seria o qual as flores ca√≠ram recentemente.
  • Parece algo √≥bvio, mas nunca √© demais relembrar, utilize utens√≠lios, principalmente a tesoura para podar, esterilizadas tanto passadas no fogo como em um pano embebido com √°lcool et√≠lico.
  • √Č preciso saber como podar de maneira que o procedimento d√™ certo: uma sugest√£o √© fazer o corte no √Ęngulo aproximado de 45¬ļ graus em rela√ß√£o a dire√ß√£o dos ramos. Isso porque desta forma vai minimizar os danos a planta como tamb√©m, estimular a circula√ß√£o da seiva.
  • Tamb√©m √© preciso saber como podar sua rosa de enxerto. Quando o galho enxertado come√ßar seu desenvolvimento, ou seja, brotar, pode acontecer da estaquia ficar muito pesada, prejudicando a conex√£o com o porta enxerto
  • Por isso, vai ser preciso cortar os primeiros brotos que nascerem enquanto a enxertia n√£o estiver bem fortalecida
  • Uma boa op√ß√£o, √© cortar o caule do cavalho um pouco acima do ponto onde foi feita a enxertia.
  • Um sinal de que a enxertia j√° est√° pronta, √© deixar o fitilho ou fita adesiva que segurava o enxerto, cair naturalmente
  • Utilize de adubos ou fertilizantes org√Ęnicos como por exemplo farinha de osso, esterco de galinha, como tamb√©m, torta de mamona

Benefícios da rosa silvestre

A princ√≠pio, as rosas silvestres como descrito anteriormente, s√£o poucas aqui no Brasil e s√£o produzidas geralmente, atrav√©s de enxerto. Mas isso, n√£o impede que no com√©rcio farmacol√≥gico como tamb√©m de cosm√©ticos, √© poss√≠vel encontrar produtos feitos dessa esp√©cie de rosa que traz muitos benef√≠cios para nossa sa√ļde.

Ela é conhecida como rosa mosqueta e também rosa canina e tem uma grande concentração de vitamina C, que consequentemente, deixa a pele hidrata, saudável e bonita. Além disso, o consumo dessa flor equilibra os níveis de colesterol, certamente prevenindo problemas no coração como também diminuindo inchaços no corpo.

A rosa silvestre também evita o envelhecimento precoce pois além da vitamina C, a planta contém vitamina A, E, selênio, cálcio e ferro. Também tem ácido ascórbico, o que traz força ao sistema imunológico, evitando gripes como também resfriados.

Lua

A linda lua tem um papel importante na germinação, brotação e desenvolvimento das suas rosas de enxerto. E a melhor lua para plantar suas flores é a lua nova.

Pragas nas rosas de enxerto

As pragas amam a maciez da rosa para infestar de doenças. São insetos, fungos e ademais tipos de pragas que assolam as flores. Veja aqui quais são e como acabar com as pragas que aterrorizam as rosas de enxerto:

Mancha negra

Esta praga √© causada por um fungo que se aproveita da umidade relativa entre 80¬† 90%. Agem principalmente em folhas novas das rosas que inicialmente ficam com pontinhos escuros que crescem ao ponto de ocorrer o desfolhamento da roseira. Nos dias chuvosos e bastante √ļmidos, a doen√ßa se propaga com mais for√ßa. A forma indicada de eliminar essa praga √© remover as folhas afetadas e pulverizar √≥leo de s√≥dio ou fungicidas espec√≠ficos.

Ferrugem

Semelhantemente, causada por um fungo, essa doen√ßa costuma deixar as folhas das rosas de enxerto bem como seu caule com manchas amareladas. √Č uma doen√ßa eliminada com a pulveriza√ß√£o de spray de enxofre ou ademais fungicidas espec√≠ficos.

Oídio

O oídio é outro parasita, um fungo, que deixa as folhas da rosa enxertada com manchas esbranquiçadas que ficam mais intensas conforme a umidade do ar aumenta. Para prevenir a infestação, limpe as folhas como também os ramos e parte do caule afetado, regar diariamente sua roseira de cima para baixo a fim de remover os fungos e também pulverizar com fungicida específico.

√Ācaros

Os √°caros s√£o mini pulguinhas com in√ļmeros pezinhos que fazem teias nas folhas, quase que impercept√≠veis aos olhos humanos. Conforme o tempo passa, as folhas v√£o ficando amareladas. Ali√°s, al√©m de prejudicar as rosas de enxerto, podem trazer problemas respirat√≥rios como alergias as pessoas. Por isso, √© preciso pulverizar sua roseira com inseticida espec√≠fico para √°caros.

Insetos

Lagartas, besoura e ademais vermes como por exemplo o pulg√£o, infelizmente fazem um banquete da roseira, provocando um tremendo estrago na flor, comendo folhas e flores, fazendo enormes buracos em seu caule. A √ļnica maneira de acabar com esses algozes seria a pulveriza√ß√£o de inseticida.

Adubo

Primeiramente, saiba que a roseira tanto normal como de rosas de enxerto, precisam ser adubadas 3 x ao ano para crescerem vigorosas e com flores saudavéis. Confira agora dicas de como adubar suas flores:

  • Antes de fazer o plantio das rosas de enxerto, voc√™ pode colocar no solo do porta enxerto ou vaso onde eles esteja, um fertilizante para rosas NPK 8-12-10

Se a rosa enxertada n√£o floresce

Se acaso aquela rosa que voc√™ enxertou como todo carinho n√£o est√° florescendo, vamos matar agora sua curiosidade e mostrar como fazer ela florescer lindamente com adubo org√Ęnico.

  • Pegue 200 gramas de farinha de ossos
  • 200 gramas de borra de caf√©
  • 2 quilos de composto org√Ęnico que pode ser folhas decompostas, casca de legumes picados e ademais compostos
  • Misture bem todos os ingredientes. Em seguida coloque ao redor do solo ou vaso onde a roseira est√° plantada. Por√©m, n√£o adicione muito pois pode posteriormente queimar as ra√≠zes da sua roseira. E tenha o cuidado de n√£o misturar muito com a terra.
  • Uma dica legal, √© misturar esse adubo, antes de colocar na roseira, com areia para facilitar a passagem de ar para n√£o correr o risco de sufocar a planta.

 

 

 

5/5 (1 Review)

Você Também Pode Gostar

  • Como Plantar Suculentas
    Como plantar Flores
    A princípio, a flor tem o aspecto parecido com o cacto mas sem espinhos. Com for...
  • Como Plantar Gerbera
    Como plantar Flores
    A gerbera √© uma flor que parece ter sido feita a m√£o. √Č perfeita em seus tra√ßos ...
  • Como Plantar L√≠rios
    Como plantar Flores
    Esta flor já inspirou muitos poetas e também é citada na bíblia. Os lírios são f...
  • Como Plantar Flamboyant
    Como Plantar Arvores
    A princípio, o nome flamboyant significa "flamejante" e para a árvore que leva e...
  • Como Plantar Coroa de Cristo
    Como plantar Flores
    Esta flor tem um significado bem nobre devido ao seu nome"coroa de cristo" por c...
  • Como Plantar D√°lia
    Como plantar Flores
    Em primeiro lugar, a dália é uma flor encantadora com uma beleza singular e com ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *